Carla Bora chora ao revelar que Dr. Bumbum deformou suas nádegas

A blogueira revelou ainda que seu advogado está processando o médico por uso indevido de suas fotos

(Foto: Reprodução/Instagram)

Famosa nacionalmente pelo bordão “Bora tomar uma”, Carla Bora usou sua página no Instagram na noite de quinta-feira (19) para esclarecer aos fãs a associação de sua imagem com o médico Denis Furtado, conhecido como Dr. Bumbum, e que responde pela morte da cuiabana Lilian Calixto.

[featured_paragraph]Carla, que há 1 ano se submeteu ao mesmo procedimento que vitimou Lilian com o mesmo médico, relata nos vídeos a insatisfação com a conduta De Denis e o resultado, que deixaram seus glúteos deformados e com tamanhos desproporcionais.[/featured_paragraph]

“Ele me operou numa casa de classe alta em Brasília, e dias após eu notei a diferença de um lado do bumbum maior que o outro. Eu havia colocado 200ml de cada lado e o Dr. Denis me disse que eu deveria comprar mais produto que ele aplicaria”.

A humorista precisou procurar por outro profissional para reparar o erro deixado por Denis. “Tive que ir em outro médico para consertar a cagada feita por ele”. relatou indignada.

Em suas postagens Carla usa o print da conversa com um de seus seguidores que questiona sua imagem associada ao do médico.

Outra reclamação feita por Bora é de que o Dr. Bumbum vinha usando fotos de seu corpo sem sua permissão como forma de marketing, e que seu advogado já estaria entrando com medidas pelo uso indevido da imagem do bumbum de Bora nas redes sociais.

“Eu nunca postei nem indiquei o Dr. Denis, mas ele usa minha imagem quase todos os meses no Instagram. O que induz outras meninas a colocarem o preenchimento com ele. Printaram minhas fotos que estão no instagram dele e começaram a mandar em grupos de WhatsApp dizendo que apoio o médico clandestino. Olha onde as pessoas estão chegando!“, desabafou Carla, emocionada.

Foto de antes e depois de Carla publicada na página do Dr. Denis

Ao final dos vídeos, Carla Bora explica o porquê de não ter esclarecido a situação antes: “ Achei que não era a hora e tudo foi feito com consentimento do meu advogado”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMoradores de Cáceres se aglomeram em cais para registrar “nova moradora”: uma onça
Próximo artigoTaques tem 72 horas para explicar à Justiça quem bancou evento com servidores