Cansado de fraudes

Rogério Gallo avisou que não vai mais tolerar fraudes no recolhimento de impostos

Secretário de Fazenda Rogério Gallo (Foto: Ednilson Aguiar/O LIVRE)

O secretário de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz), Rogério Gallo, mandou um recado para os contribuintes que estejam fraudando o recolhimento de impostos estaduais: a partir de agora, os crimes serão descobertos cada vez mais rápidos.

O aviso foi dado em coletiva de imprensa na manhã dessa quarta-feira (9), a respeito da Operação Fake Paper. A ação, realizada pela Polícia Civil em parceria com a Sefaz, desarticulou um esquema de emissão de mais de R$ 300 milhões em notas fiscais frias. Nove pessoas foram presas.

De acordo com o secretário, o esquema foi descoberto graças ao cruzamento de informações realizado pela Sefaz. Após as análises, foram identificados comportamentos suspeitos para mais de 6,4 mil notas emitidas.

Por isso, Gallo avisou:

“Esses contribuintes têm que estar muito atentos, porque, a partir de agora, fraudes como essas serão descobertas com muito maior rapidez e pode levar à cana. Porque, no final do dia, isso é crime contra a ordem tributária. Isso não vai ser mais tolerado”.

Segundo o secretário, a maior parte dos impostos sonegados seriam referentes ao Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab). Isso porque a maior parte das notas teria sido emitida por produtores rurais. Ao todo, as mais de seis mil notas gerariam o recolhimento de R$ 40 milhões para Mato Grosso.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBolsonaro não deixará PSL de livre e espontânea vontade, diz porta-voz
Próximo artigoPorsche Panamera S: um sedã esportivo e luxuoso