Candidato milionário

“Rei do Porco” declara R$ 158 milhões em patrimônio

O empresário Reinaldo Morais (PSC) é o candidato ao Senado mais rico na eleição suplementar marcada para o dia 15 de novembro. Estreante na política, foi declarado à Justiça Eleitoral o total de R$ 158,2 milhões em patrimônio.

Tido como “Rei do Porco”, a maior parte do patrimônio, R$ 76,1 milhões, está concentrada na participação em capital social da empresa LCZSPE empreendimentos e Participações Ltda.

Há ainda R$ 22 milhões de quotas na empresa Suinobras LTDA e outros R$ 14,250 milhões na empresa Frango Natura Indústria, Comércio e Exportação de Carnes e Derivados Ltda.

Morais ainda é proprietário de aeronaves, moto da marca Harley Davidson, uma das marcas mais renomadas do mundo, prédios comerciais, apartamentos, lanchas, veículos automotores, participação no capital social de empresas e saldo em conta bancária.

O primeiro suplente da chapa, Gilberto Moacir Cattani, apresenta patrimônio mais modesto. São R$ 1,020 milhão identificado em três itens. O mais valioso é um sítio localizado no município mato-grossense de Nova Mutum, orçado em R$ 900 mil. Há ainda 33 cabeças de gado leiteiro de R$ 60 mil e um veículo automotivo também de R$ 60 mil.

O segundo suplente da chapa é o empresário Nelles Walter Ferreira de Farias. O patrimônio declarado é de R$ 2,182 milhões composto por 26 terrenos, saldos em conta bancária, veículo automotor e capital social de empresa privada.

LEIA TAMBÉM

Juiz determina penhora de imóvel de candidato ao Senado em MT

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCampanha na pandemia
Próximo artigoSalles no Pantanal