Candidato ataca jornalistas e sugere que imprensa vende matérias contra o IFMT

As eleições para o novo reitor e diretores de campus do IFMT acontecem nesta sexta-feira em todo o Estado

Foto: Divulgação

O candidato situacionista a reitor do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), Julio Santos, atacou a imprensa mato-grossense sugerindo que ela vende reportagens desfavoráveis à instituição.

As afirmações foram feitas durante o debate realizado nesta segunda-feira (30). Também concorre ao cargo de reitor Deiver Teixeira.

Julio Santos, que tem o apoio do atual reitor Willian de Paula, afirmou que fez um levantamento de notícias envolvendo o IFMT e descobriu que, nos últimos 6 meses, o Instituto teria sido alvo de 27 reportagens que “desmoralizam e mancham a credibilidade” do instituto. Disse ainda que, dessas notícias, 21 beneficiavam o candidato de oposição.

Segundo Julio Santos, Deiver Teixeira e seus aliados formam “tribunais midiáticos” na propagação de notícias falsas, citando a imprensa mato-grossense. Ele, no entanto, não citou quais reportagens seriam essas.

Esta não é a primeira vez que Julio Santos ataca a imprensa. Em outro vídeo recente publicado em suas redes sociais, ele chamou a imprensa mato-grossense de “marrom”.

Deiver Teixeira respondeu que o adversário deve ter algum tipo de problema com a imprensa e que ele deveria respeitar os jornalistas e sua liberdade. Ele também sugeriu que o candidato e a atual gestão se preocupem mais em resolver os questionamentos apresentados pela imprensa do que em atacá-la.

“O senhor está parecendo um candidato a prefeito que resolveu atacar a imprensa despropositadamente e acabou se dando mal”, completou.

As eleições para o novo reitor e diretores de campus do IFMT acontecem nesta sexta-feira (4) em todo o Estado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHackers invadem aula de Lewandowski e exibem vídeo da Carreta Furacão
Próximo artigoPT ajudou a derrotar projeto horrível para Cuiabá, diz deputada