Candidato a prefeito: DEM aguarda pesquisa para decidir entre Fábio, Bussiki e Botelho

Partido está convicto de candidatura própria e descarta coligação na qual não seja cabeça de chapa

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Fábio Garcia, Marcelo Bussiki ou Eduardo Botelho? O Democratas deve descobrir neste fim de semana quem tem melhores chances na disputa pela Prefeitura de Cuiabá. O partido encomendou uma pesquisa para consumo interno e o resultado está prestes a sair.

Suplente de senador e presidente do DEM em Mato Grosso, Fábio Gárcia era o principal nome até pouco tempo. Mas o vereador Marcelo Bussiki também entrou no páreo e o presidente da Assembleia Legislativa, Educado Botelho, ainda não descartou a possibilidade de se candidatar.

Um cenário que, para o presidente municipal do partido, Alberto Machado, o Beto 2 a 1, está longe de ser um problema. Segundo ele, a legenda só não tomou uma decisão ainda porque o quadro é de “bons nomes entre as opções”.

DEM como vice?

Em viagem a Cáceres (a 220 km de Cuiabá) nesta terça-feira (1º), o governador Mauro Mendes foi questionado sobre possível aliança do DEM com outros partidos, mas não como cabeça de chapa. O cenário mais aventado, até agora, é uma composição com o Patriotas, que tem o ex-prefeito Roberto França como pré-candidato.

Mauro Mendes desconversou. Disse que “na política, tudo é possível” e que não dialogar com outros atores do cenário seria um “desrespeito àqueles que também fazem política”.

“A conversa tem que existir, mas ela não está sendo comandada por mim. Eu sou um membro do partido, fui eleito pelo Democratas, estou satisfeito com o Democratas, mas quem conduz o dia-a-dia do partido são seus presidentes, aqueles que estão em cargos que permitem a eles dedicarem mais tempo a essa atividade”, ele disse. E completou: “neste momento, tenho enormes responsabilidades como governador”.

Prefeitura de Cuiabá

Já o presidente municipal do partido disse que essa não é um possibilidade no momento. Segundo Beto, todas as reuniões da sigla, até agora, deixaram clara a convicção de uma candidatura própria.

Sobre Roberto França, Beto disse que respeita a candidatura do ex-prefeito, já que “quem vai se lançar candidato, o faz porque não concorda com a atual gestão. Então, temos isso em comum”. Mas ressaltou que “o DEM está convicto de ter uma candidatura própria”.

E embora o resultado da pesquisa saia neste fim de semana, Beto já antecipou: a decisão quanto ao nome deve ocorrer somente às vésperas da convenção, que deve ocorrer somente no dia 13 ou 14 deste mês.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVolta às aulas: Prefeitura de Cuiabá libera educação infantil, mas só a particular
Próximo artigo10 dias de promoção: comércio em Cuiabá terá desconto de até 70% na Semana Brasil