Caminhoneiro de MT é preso por dar apoio a assalto de R$ 100 mi em banco no Maranhão

Assaltantes eram membros do PCC e queriam levar o dinheiro para São Paulo

Foto: Reprodução/Rede Globo

Um caminhoneiro mato-grossense foi preso pela Polícia Militar do Maranhão acusado de dar cobertura para 13 assaltantes de banco. Conforme as informações divulgadas pela imprensa local, ele receberia R$ 300 mil para buscar os criminosos em uma fazenda no interior e levá-los até o Pará.

Conforme divulgado pelo site O Debate, o mato-grossense foi interceptado enquanto trafegava na BR-316, no Maranhão, na segunda-feira (3).

Segundo narrou o site, o assalto aconteceu em uma agência do Banco do Brasil de Bacabal, no interior do Maranhão na semana passada. Ao todo, um grupo de 13 bandidos teriam roubado R$ 100 milhões. Depois, teriam se escondido em uma fazenda na zona rural do município de Buriticupu (410 km de São Luís), até que o caminhoneiro mato-grossense foi resgatá-los.

Durante o trajeto entre a cidade e o Pará, cerca de 320 km, o caminhão se deparou com um bloqueio montado pela Polícia Militar. Ao todo, 12 homens da segurança atuavam na fiscalização da rodovia.

Conforme as notícias, o caminhoneiro não teria parado ao perceber o bloqueio e ainda teria tentado jogar o veículo na direção dos PMs, no intuito de intimidá-los. Diante da ofensiva, houve troca de tiros, sendo que três pessoas morreram e quatro ficaram feridas. Os demais foram presos.

No caminhão foram encontrados 11 fuzis, duas metralhadoras .50, 17 coletes a prova de balas e uma pistola, além de muita munição. Parte do dinheiro roubado também estava no caminhão, escondidos em sacos plásticos. A informação é de que o dinheiro seria enviado de avião do Pará para São Paulo.

Ainda de acordo com a notícia, a maioria dos envolvidos era paulista e membros do Primeiro Comando da Capital (PCC). Não há informações sobre quanto dinheiro foi recuperado.

Até a manhã desta quarta-feira (5), a Polícia Civil do Maranhão ainda não havia informado sobre a quem pertence a fazenda onde os ladrões se esconderam após o assalto.

Com informações do site O Debate

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorContas de Mauro aprovadas com ressalvas
Próximo artigoEm esquema ilegal, instrutores cobravam até R$ 4 mil para livrar alunos de provas do Detran em MT