Câmara inicia a CPI da Semob

Sob a presidência de Diego Guimarães, ela vai investigar contratos de compra dos semáforos inteligentes e registros de multas

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Câmara de Cuiabá instalou mais uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar atos na gestão do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

O foco da investigação, dessa vez, são as ações de Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob). Devem passar pela análise dos vereadores, por exemplo, os contratos assinados para a compra dos semáforos inteligentes e a gestão informatizada do registro de veículos com infrações.

Os membros da comissão foram definidos na quarta-feira (6) pelo presidente Misael Galvão.

Ela será comandada por Diego Guimarães (Cidadania), autor do pedido de investigação. Lilo Pinheiro (PDT) ocupará a relatoria depois de já ter passado pelo cargo de líder do prefeito. Wilson Kero Kero (PSL) é membro.

Os vereadores da oposição conseguiram emplacar a terceira CPI nos quatro anos de mandato. Já houve a CPI da Saúde, presidida por Abílio Junior (PSC), e está em andamento a CPI do Paletó, no comando de Marcelo Bussiki (PSB).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMortes no trânsito têm aumento de 200% na região metropolitana de Cuiabá
Próximo artigoEmpréstimo de US$ 56 milhões financiará “uma revolução digital em MT”, diz secretário