Câmara Federal deve votar na terça PEC que altera composição do CNMP

Relator de proposta definiu por 17 cargos no Conselho, mas pontos mais polêmicos continuam indefinidos

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

A Câmara dos Deputados deve votar na terça-feira (19) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 05/21, que altera a composição do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).  

Os parlamentares já concluíram a fase de discussão do parecer do relator da PEC, deputado Paulo Magalhães (PSD-BA). Segundo o texto, o CNMP terá 17 integrantes (hoje são 14), sendo 5 indicados ou eleitos pelo Poder Legislativo (hoje são 2). O mandato dos integrantes continuará a ser de dois anos, permitida uma recondução, e cada indicado precisará passar por sabatina no Senado. 

Entre outros pontos, o texto do relator também exige que o Ministério Público crie, em 120 dias, um código de ética que vise combater abusos e desvios de seus integrantes. Se esse prazo não for cumprido, caberá ao Congresso elaborar o código por meio de uma lei ordinária. 

LEIA TAMBÉM

O texto também trata da escolha do corregedor nacional do Ministério Público, que será o vice-presidente do CNMP. 

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que a proposta foi negociada e conversada com diversos integrantes do Ministério Público, mas ressaltou a autonomia dos parlamentares para aprovar a PEC. 

“Foi feito um acordo em alguns pontos e, mais importante, o fato de ter acordo ou não, não inviabiliza a votação. Não vamos aceitar versões criadas contra a própria sociedade”, disse.

(Com Agência Câmara)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPMs que atiraram contra casal em Sorriso serão demitidos da Corporação
Próximo artigoFaltam exames e remédios: a realidade do “outubro rosa” na rede pública de saúde