Calamidade?

Governo já tem arrecadação maior que o esperado e abre crédito suplementar para 3 órgãos

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A propagada calamidade financeira do Governo do Estado parece ter chegado ao fim. No Diário Oficial que circula nesta quinta-feira (25), o governador Mauro Mendes (DEM) abre crédito suplementar por superávit financeiro para o Fundo de Apoio ao Ministério Público, para a Procuradoria Geral do Estado (PGE) e à Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra).

Só a PGE deve receber mais R$ 12 milhões, já o Ministério Público embolsará R$ 1,350 milhão. A Sinfra, uma pequena parcela de R$ 365 mil.

Segundo o Portal Transparência, o Governo do Estado arrecadou, até abril deste ano, mais de R$ 5 bilhões – especificamente R$ 5.572.527.789,28. Até dezembro, o Governo espera arrecadar pouco mais de R$ 19 bilhões.

Para quem não sabe, superávit financeiro quer dizer “mais do que o esperado”.

Outro lado

A Secretaria de Fazenda informa que de acordo com a lei nº. 4320/1964, entende-se por superávit financeiro a diferença positiva entre o ativo financeiro e o passivo financeiro apurado em balanço patrimonial em exercício anterior. Em outros termos, representa a sobra de recursos financeiros, após a dedução das despesas empenhadas e não pagas de 2018 e o saldo de restos a pagar não processados de exercícios anteriores a 2018.

Essa diferença positiva ou saldos financeiros apurados no ano de 2018 constituem fontes de recursos para abertura de créditos suplementares, destinados a cobrir despesa insuficientemente dotada na Lei Orçamentária de 2019.

O crédito suplementar no valor de R$ 365.825,80 destinado à Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (SINFRA) é remanescente do Convênio firmado entre a secretaria e o Ministério da Integração Nacional, tendo por objeto a execução de drenagem urbana de águas pluviais em diversas vias no município de Cáceres. Esse recurso pode ser utilizado somente para execução do objeto pactuado.

O crédito suplementar no valor de R$ 1.350.615,00, do Fundo de Apoio ao Ministério Público do Estado de Mato Grosso – FUNAMP é proveniente do superávit financeiro apurado pelo Ministério Público Estadual e são provenientes de receitas diretamente arrecadadas pelo referido órgão e com destinação específica àquele fundo.

O crédito suplementar no valor de R$ 12.000.000,00 da Procuradoria Geral do Estado são provenientes de receitas diretamente arrecadadas pelo referido órgão e com destinação específica ao Fundo de Aperfeiçoamento dos Serviços Jurídicos dos Estado (FUNJUS).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDo ballet ao jazz: mais de 100 artistas se apresentam no Zulmira Canavarros
Próximo artigoGoogle oferece ferramenta de pesquisa inspirada em Thanos

O LIVRE ADS