Cadeirante é preso por tentar pegar em partes íntimas de mulheres

Ele estava cometendo os atos obscenos contra clientes e funcionárias de uma loja

Foto: PMMT

Um cadeirante de 33 anos foi preso nessa quinta-feira (15) acusado de tentar pegar nas partes íntimas de clientes e funcionárias de uma loja do Bairro Vila Operária, em Rondonópolis (220 km de Cuiabá), e ainda ameaçar estuprá-las.

A Polícia Militar foi acionada por volta de 12h50 e encontrou o suspeito a cerca de 50 metros da loja onde ele havia cometido os atos obscenos.

Conforme o boletim de ocorrência, no momento da prisão ele ainda estava “incomodando” outras pessoas, que preferiram não denunciá-lo.

Uma jovem de 20 anos, no entanto, fez questão de acompanhar a equipe e o suspeito até a delegacia e registrar o boletim por ato obsceno e ameaça.

O cadeirante já é reincidente no crime de ato obsceno.

Em setembro de 2017, ele foi preso por entrar em igrejas no Bairro Vila Mineira, em Rondonópolis, e ficar falando palavras obscenas para as crianças. Além disso, enquanto mulheres oravam ele passava a mão nas pernas delas.

À época ele foi preso fazendo uso de drogas e já possuía um mandado de prisão em aberto.