Busca de documentos para censo previdenciário gera filas e reclamações de tumulto

Prazo para recadastramento começa na segunda-feira (14) presencialmente, mas cartórios já têm filas com centenas de pessoas

Fachada MT Prev - Foto por: Marcos Vergueiro/Secom-MT

O MT Prev, órgão regulador previdenciário de Mato Grosso, começa o recadastramento de aposentados e pensionistas na próxima segunda-feira (14), com a presença física dos beneficiários, via agendamento. Mas, a agenda já gera reclamação por causa de longas filas. 

Sindicatos trabalhistas afirmam que a atualização de documentos exigidos na atualização de cadastro tem formado fila com centena de pessoas em frente dos cartórios. O exemplo seria a situação no cartório do 3º oficio em Cuiabá, cuja fila ficou perto de 300 pessoas que buscavam certidão de casamento atualizada. 

“Estava um absurdo de gente em plena pandemia, todos do grupo de risco tendo que se expor. É um desrespeito pelas pessoas da terceira idade que tanto dedicaram suas vidas ao serviço público”, disse a professora Mariza Beatriz. 

O recadastramento é realizado a cada cinco anos por Estados e municípios para corrigir distorções e atualizar a situação fiscal com a União. Conforme o presidente do MT PrevElliton Oliveira, os Estados que já passaram pelo recenseamento identificaram, em média, 3% de irregularidades. Na folha mensal do órgão, esse percentual equivaleria a R$ 7,5 milhões. 

“A nossa folha mensal gira em torno de R$ 250 milhões, o que daria cerca de R$ 7,5 milhões ao mês, se levarmos em conta os 3% de irregularidades que estão sendo encontrados em outros Estados”, disse. 

O prazo para comparecer aos escritórios do MT Prev vai até 11 de junho de 2021 e o beneficiário que não atualizar o cadastro de terá o recurso suspenso (Veja o calendário). Ainda conforme o MT Prev, a exceção para atualização remota será aberta para aposentados e pensionistas que moram em locais distantes das cidades polos. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCaixa paga hoje penúltima parcela do auxílio emergencial
Próximo artigoNeurilan de saída