Buracos na UFMT causam acidentes e transtorno para motoristas

Estudantes se acidentou em via mal iluminada e esburacada na universidade e ficou com seis pontos no queixo

Os buracos no pavimento das ruas do campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) em Cuiabá tem causado cada dia mais acidentes e transtorno para pessoas que passam pela cidade universitária. Uma das vítimas desta semana foi o estudante Douglas Peron, que se acidentou no campus.

O estudante de 26 anos teve de tomar seis pontos no queixo por conta do acidente que ocorreu na última segunda-feira (16). A moto pilotada por ele colidiu em um dos diversos buracos que se espalham por toda universidade, como o trecho estava mal iluminado ele não conseguiu desviar a tempo.

“O pneu da frente afundou inteiro, a moto girou e eu fui arremessado para a frente, caí do lado esquerdo e bati o queixo no cão”, descreve ele. Douglas ficou traumatizado com o acidente e decidiu vender a moto, que pretende vender logo que concertá-la.

“Eu estou coletando material e já entrei em contato com advogados”, diz ele sobre a possibilidade de requisitar à universidade indenização pelo dano moral e material sofrido. A irritação do jovem não é diferente do que sente outra estudante, Mariana Mendes, que também relata problemas de infraestrutura na UFMT.

Na mesma data em que Douglas se acidentou, Mariana fez vídeos mostrando as vias esburacadas e alagadas no interior da universidade. A estudante de psicologia de 22 anos diz que a situação do campus se parece com a de uma estrade de “rally”, sobretudo nas chuvas.

“Eles arrumam mais de uma forma bem ruim porque não dá dois meses e os buracos sempre voltam para o lugar e sempre ficando mais profundo”, critica ela.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFachin desmembra ação contra Pedro Henry para a Justiça Federal
Próximo artigoVeja abre votação para escolher o melhor baguncinha de Cuiabá