Brasil ganha lista dos 26 criminosos mais procurados do país

São membros de organizações criminosas de alta periculosidade. Entre eles, só uma mulher

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

O Brasil agora tem uma lista dos criminosos mais procurados em território nacional. O compilado inicial foi lançado na quinta-feira (30) pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e contém 26 nomes.

São pessoas acusadas de crimes graves e violentos, que estão com mandados de prisão em aberto e que são ligadas a organizações criminosas.

A lista está disponível no site do Ministério e será atualizada mensalmente.

Segundo informações do ministério, essa primeira versão da lista foi elaborada com base em informações obtidas com as áreas de segurança estaduais e a partir de 11 critérios objetivos, como posição de liderança em organização criminosa, capacidade financeira para investir em atividades criminosas, atuação interestadual e internacional.

Segundo o ministro Sergio Moro, a lista é importante para facilitar as prisões desses criminosos e, consequentemente,  enfraquecer a organizações das quais eles fazem parte.

Ainda conforme o ministro, o cidadão pode colaborar com denúncias e informações. Elas podem ser feitas através dos números de Disque-Denúncia das Secretarias de Segurança Pública dos Estados-membros (disque 190).

Queda da criminalidade

De acordo com os números mais recentes do Ministério da Justiça e Segurança Pública, o país registrou queda de 21,4% nos homicídios nos primeiros nove meses de 2019, em comparação com o igual período de 2018.

No mesmo período, também houve queda em outros índices de criminalidade, como ocorrências de estupro (6,4%), roubo a banco (38,4%), latrocínio (22,2%), roubo de cargas (23,3%) e roubo de veículos (26,4%).

(Com Agência Brasil)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorWilson, o “inquisidor” dos sonegadores
Próximo artigoEmpresário e filha morrem em acidente na BR-163; duas pessoas estão em estado grave