Brasil confirma primeiro caso de variante indiana do vírus chinês

O caso foi registrado em um homem indiano que está internado em São Luís, no Maranhão

(Divulgação)

Nesta quinta-feira (20), o Brasil registrou o primeiro caso da “variante indiana” do vírus chinês causador da covid-19. O caso foi registrado no Maranhão, em um homem indiano de 54 anos de idade.

De acordo com informações do governo do Maranhão, o homem indiano deu entrada em um hospital da rede privada da capital São Luís na semana passada.

Segundo a secretaria estadual de Saúde do Maranhão, todas as medidas estão sendo feitas para impedir que a variante se espalhe.

Possível contaminação

Ainda não é possível saber se o estrangeiro teve contato com outras pessoas e acabou contaminando brasileiros no Nordeste.

No momento, o paciente segue em total isolamento para impedir que o vírus se espalhe para outras localidades do Brasil.

Variante mais perigosa

Dados divulgados pelo governo indiano mostram que a variante B.1.617, conhecida como variante indiana, é mais letal e pode ser mais contagiosa que o vírus original do coronavírus.

Entretanto, até o momento a vacinação se mostrou eficiente contra a variante indiana, conseguindo imunizar pessoas expostas ao vírus.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQueimadas: prefeitura vai usar drones para multar infratores
Próximo artigoCPI dos medicamentos