Botelho passa comando da Assembleia à Janaína: “fruto deste novo Mato Grosso”

Depois de 19 legislaturas, essa é a primeira vez que uma mulher assume a presidência do Parlamento

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A deputada estadual Janaina Riva (MDB) assumiu na manhã desta quarta-feira (17) o comando da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) pelos próximos quatro meses. A parlamentar vai substituir o deputado estadual Eduardo Botelho (DEM), que se licenciou para tratamento médico.

[featured_paragraph]”Pode ficar tranquilo, Botelho, que eu prometo que a casa vai ficar em ordem”, brincou Janaina, antes de emendar a importância histórica do momento. Pela primeira vez na história da ALMT, uma mulher assume o posto de presidente da Casa. Janaina também é a única mulher da legislatura atual, assim como foi na anterior. [/featured_paragraph]

Ao discursar, a deputada lembrou dos mais de 51 mil votos que conquistou durante as eleições de 2018, tornando-se a parlamentar mais votada do estado. Ela disse que precisou vencer muitos desafios para chegar onde está, principalmente o de deixar de ser uma “herdeira política”.

Janaina agradeceu o apoio da família e emendou: “Na vida de qualquer um de nós, políticos, não temos nada mais importante do que a nossa base familiar. Sem ela, nenhum de nós teria a mínima condição e estrutura de passar pelo que passamos na vida pública”.

Ao passar o comando da Casa para a deputada, Botelho brincou que coube a ele, que, por coincidência, nasceu no Dia Internacional da Mulher (8 de março), a missão de passar o bastão à primeira mulher no Parlamento.

[featured_paragraph]”Este é um momento de extrema alegria para mim e acredito que também para todos aqui desta casa e de todos os mato-grossenses, pois estamos escrevendo um pedaço importantíssimo da história deste parlamento. Depois de 19 legislaturas, pela primeira vez, uma mulher vai assumir de forma oficial a presidência desta Casa”, disse, ao afirmar que a deputada é “filha das novas fronteiras de progresso e desenvolvimento, fruto deste novo Mato Grosso”.[/featured_paragraph]

Por fim, o democrata também disse que passará seus dias longe da Assembleia de forma tranquila, ciente e confiante do trabalho a ser desempenhado pela colega.

Afastamento

Botelho apresentou o pedido de licença médica, de forma oficial, na sessão matutina desta quarta-feira (17). No entanto, desde março já havia anunciado que precisaria se ausentar da Assembleia em função de uma bateria de exames que precisam ser feitos e problemas pessoais.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMP pede que Bope junte procedimento de Scheifer contra Jacinto em processo
Próximo artigoEmojis de Vingadores: Ultimato no Twitter gera esperanças por parte dos fãs; Confira todos

O LIVRE ADS