Bope de luto

Morre tenente-coronel Carlos Evane, um negociador do Bope que salvava vidas

Ednilson Aguiar / O Livre

Morreu na noite dessa sexta-feira (23) o tenente-coronel da Polícia Militar Carlos Evane, 43 anos. O policial estava lotado no Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), onde há anos atuava como negociador de crises, e atualmente também exercia função de assessoramento especial no Comando Geral da PM.

Internado desde a quinta-feira (22) no Hospital Santa Rosa, em Cuiabá, com quadro de infecção aguda no sangue, Evane passava por uma série de exames para investigar a suspeita de leucemia.

Nessa sexta-feira a noite, porém, a infecção se agravou, levou à paralisação dos rins e o oficial teve de ser intubado. Ele morreu pouco depois das 22hs.

Carreira

Carlos Evane ingressou na Polícia Militar como soldado e após três anos foi aprovado em vestibular do Curso de Formação de Oficiais (CFO). Nesses 19 anos de carreira serviu à sociedade mato-grossense por meio de diversas unidades operacionais, mas foi no Batalhão de Operações Especiais (Bope) onde atuou por mais tempo, quase 11 anos.

Nascido na cidade de Rio Branco, interior do estado, Carlos Evane era o “Caveira 04”, identificado assim por ser quarto policial a integrar a Tropa de Elite da PMMT. Além de compor as forças especiais em funções de negociador e atirador de precisão, era instrutor em cursos de formação policiais no Bope e em outras unidades das forças de Segurança Pública em Mato Grosso e de diversos estados.

Ednilson Aguiar /O LIVRE

Além da atuação como militar, o tenente-coronel também era voluntário no Centro de Valorização à Vida (CVV).

Como coach (treinador), era um palestrante motivacional e de liderança requisitado por instituições privadas de diversas áreas, entre as quais bancárias e educacionais.

Casado, o TC Evane deixa a esposa Renata Fernandes e o filho Murilo, de seis anos.

O velório do tenente-coronel Evane acontecerá no auditório do Comando Geral da PM, em Cuiabá, (Avenida historiador Rubens de Mendonça, 6.135, Jardim Novo Paraíso), das 10 às 16hs.

Em suas redes sociais, e também nas do Bope, centenas de pessoas lamentam a morte do policial, que era muito querido.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSema diz que desmatamento ilegal pode ser eliminado até 2030
Próximo artigoPadrasto é preso e primo adolescente apreendido por abusar de menina de oito anos