Bombeiros não liberam Rock Arena e público é barrado na entrada do evento; veja vídeo

A expectativa é de que mais de 20 mil pessoas passem pela Arena nesses dois dias de evento.

Marcado para ter início às 16h30 deste sábado (18), o evento Rock Arena ainda não foi liberado pelo Corpo de Bombeiros e o público do festival aguarda do lado de fora da Arena Pantanal há mais de uma hora.

Para este sábado estão previstas as atrações internacionais Joan Osborne e The Calling, as nacionais Raimundos e Pitty, além de Strauss e da Banda+Bonita da Cidade. Já para o próximo domingo (19), são esperadas as atrações Harmonia do Sampler, Jojo Todynho, Rael, Iza e o rapper Sean Kingston.

Maribel Nobre, de 53 anos, comprou ingresso para ver a Pitty e está na fila desde as 14H45. “É uma falta de respeito total com quem comprou o ingresso. Sou muito fã da Ptity, já vi show dela outras vezes, mas nunca tinha visto tanta demora”.

Conforme informações da assessoria do Corpo de Bombeiros, em vistoria realizada na manhã de hoje foi constatado inconsistências na execução do projeto. “Faltava obedecer alguns critérios ou seria interditado, exigências técnicas como material anti-incêndio e iluminação das saídas de emergência. Esses pontos são os mais sensíveis.  Eles tiveram tempo para fazer os ajustes”.

Neste momento tem uma equipe dos Bombeiros na Arena Pantanal verificando se existe a possibilidade de liberação do alvará. Enquanto isso, fãs gritam e vaiam do lado de fora. A expectativa é de que mais de 20 mil pessoas passem pela Arena nesses dois dias de evento.

Quem assina a produção do Rock Arena é a empresa do show business brasileiro Gazaroo Produções, que atua no gerenciamento artístico de cantores e bandas nacionais e internacionais em São Paulo e/ou no Brasil.

Confira nota do Corpo de Bombeiros

Na manhã deste sábado (19.08) O Corpo de Bombeiros Militar fez uma vistoria na Arena Pantanal para o evento Rock Arena e verificou inconsistências na execução do projeto. Com isso houve a interdição temporária do evento, condicionando a liberação do evento ao cumprimento das normas técnicas constantes no site do CBMMT. O festival seria liberado desde que os procedimentos fossem obedecidos. Os realizadores tiveram tempo para corrigir essas deficiências e agora à noite o Corpo de Bombeiros Militar fez mais uma vistoria no local. A Diretoria de Segurança Contra Incêndio e Pânico (DSCIP) considera que em eventos de grande porte é natural que o projeto seja revisto e que se peça alterações e ajustes até a liberação. As principais adequações apontadas foram em equipamentos de combate a incêndio e iluminação das saídas de emergência, mas há mais pontos técnicos que não podem ser desconsiderados. As medidas de segurança são de responsabilidade do realizador do evento, a responsabilidade do CBMMT com a vistoria é para garantir a segurança do público.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

6 COMENTÁRIOS

    • Na manhã deste sábado (19.08) O Corpo de Bombeiros Militar fez uma vistoria na Arena Pantanal para o evento Rock Arena e verificou inconsistências na execução do projeto. Com isso houve a interdição temporária do evento, condicionando a liberação do evento ao cumprimento das normas técnicas constantes no site do CBMMT. O festival seria liberado desde que os procedimentos fossem obedecidos. Os realizadores tiveram tempo para corrigir essas deficiências e agora à noite o Corpo de Bombeiros Militar fez mais uma vistoria no local. A Diretoria de Segurança Contra Incêndio e Pânico (DSCIP) considera que em eventos de grande porte é natural que o projeto seja revisto e que se peça alterações e ajustes até a liberação. As principais adequações apontadas foram em equipamentos de combate a incêndio e iluminação das saídas de emergência, mas há mais pontos técnicos que não podem ser desconsiderados. As medidas de segurança são de responsabilidade do realizador do evento, a responsabilidade do CBMMT com a vistoria é para garantir a segurança do público.

    • Na manhã deste sábado (19.08) O Corpo de Bombeiros Militar fez uma vistoria na Arena Pantanal para o evento Rock Arena e verificou inconsistências na execução do projeto. Com isso houve a interdição temporária do evento, condicionando a liberação do evento ao cumprimento das normas técnicas constantes no site do CBMMT. O festival seria liberado desde que os procedimentos fossem obedecidos. Os realizadores tiveram tempo para corrigir essas deficiências e agora à noite o Corpo de Bombeiros Militar fez mais uma vistoria no local. A Diretoria de Segurança Contra Incêndio e Pânico (DSCIP) considera que em eventos de grande porte é natural que o projeto seja revisto e que se peça alterações e ajustes até a liberação. As principais adequações apontadas foram em equipamentos de combate a incêndio e iluminação das saídas de emergência, mas há mais pontos técnicos que não podem ser desconsiderados. As medidas de segurança são de responsabilidade do realizador do evento, a responsabilidade do CBMMT com a vistoria é para garantir a segurança do público.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOs fakes de Mauro Mendes
Próximo artigoDepois de horas de atraso, Rock Arena é liberado e fãs conseguem entrar na Arena; veja vídeo