Bombeiros encerram busca a mulher que pulou em rio para salvar a filha que nem estava na água

A vítima estava com sua filha e amigos, voltando de uma casa noturna, quando a fatalidade aconteceu

Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Depois de seis dias, o Corpo de Bombeiros encerrou as buscas à mulher de 35 anos que desapareceu no Rio Araguaia, na manhã do último sábado (8), depois que pulou no rio para tentar salvar sua filha. Conforme a assessoria da corporação, a informação é de que ela não sabia nadar.

O caso aconteceu no município de Torixoréu (570 km de Cuiabá), por volta das 5 horas, em uma ponte que liga os estados de Mato Grosso e Goiás.

A mulher foi identificada como Lourivânia Gomes da Silva. Ela estava com a filha e amigos voltando de uma casa noturna, quando a fatalidade aconteceu.

O grupo atravessava a ponte que liga Mato Grosso e Goiás a pé, quando a filha de Lourivânia teria dito que iria se jogar no rio. No entanto, algumas pessoas que estavam com o grupo conseguiram impedir a jovem de cair na água. A moça bateu com a cabeça e caiu na rua, sobre a ponte.

A mãe, que estava mais à frente do grupo, não teria percebido que a filha não tinha pulado e, por não vê-la com o grupo, voltou para o meio da ponte e se jogou na água, na intenção de salvá-la.

Como Lourivânia não sabia nadar, ela subiu uma vez à superfície para tentar se salvar, mas logo desapareceu na água.

Foram feitas buscas subaquáticas pelo Corpo de Bombeiros de Goiás e nas duas margens do ria. Como ela não foi encontrada após seis dias, as buscas foram encerradas, com a autorização da família.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCabral decide ficar em silêncio durante audiência com juiz
Próximo artigoBlairo e seus nove troféus

O LIVRE ADS