Bolsonaro suspende taxa de importação de milho e soja até final do ano

Até agora, o governo diminuiu ou zerou a tributação de mais de 600 itens de diversas categorias

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Na manhã dessa quinta-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro comunicou a suspensão imediata na alíquota do imposto de importação para milho, soja, óleo de soja e farelo de soja.

O entendimento foi tomado em conjunto com a equipe do Ministério da Economia e a medida vai valer pelo menos até o dia 31 de dezembro de 2021.

Essa é a segunda vez que a alíquota do imposto de importação é suspensa durante o governo Bolsonaro. Antes, a medida foi aplicada para o milho, até 31 de março de 2021, e soja, até 15 de janeiro de 2021.

Em sua campanha de 2018, a redução da carga tributária foi uma das principais bandeiras políticas. Desde o início de seu mandato, já foram zeradas ou reduzidas tarifas e impostos de mais de 600 itens de diversas categorias.

Pelo Twtitter, o presidente comentou sobre a suspensão da taxa ligadas ao milho e a soja e comemorou a decisão.

Veja a publicação original 

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPromotor aposentado morre de covid
Próximo artigoCuiabá já teve quase 300 denúncias de maus-tratos contra animais em 2021