Bolsonaro lamenta ataques a mesquitas na Nova Zelândia

Pelo Twitter, Bolsonaro prestou condolências ao povo neozelandês, às famílias e aos amigos das vítimas

Decreto foi assinado nesta segunda-feira (23) (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro lamentou hoje (15) os ataques a duas mesquitas na cidade de Christchurch, no sul da Nova Zelândia, que deixaram pelo menos 49 mortos e 48 feridos. Pelo Twitter, Bolsonaro prestou condolências ao povo neozelandês, às famílias e aos amigos das vítimas.

“O Brasil condena totalmente essa crueldade! Nos unimos aos neozelandeses em solidariedade neste momento difícil. Que Deus conforte a todos!”, escreveu o presidente.

A polícia pediu o fechamento de mesquitas na Nova Zelândia, e quatro suspeitos estão sob custódia – um deles foi acusado de assassinato. Pelo menos 48 pessoas, incluindo crianças, estão em hospitais em decorrência de ferimentos a bala.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFlamengo assina TAC para regularizar segurança no Ninho do Urubu
Próximo artigoBloco contendo aeroporto de Sinop é arrematado por R$ 40 milhões

O LIVRE ADS