Bolsonaro exonera de nove ministros que irão concorrer às eleições

Os ministros são obrigados por lei a deixarem suas pastas para concorrer às eleições

O presidente Jair Bolsonaro exonerou nove ministros que irão concorrer às eleições em outubro desse ano. A exoneração foi publicada oficialmente, na manhã dessa quinta-feira (31), no Diário Oficial da União.

Depois da exoneração, o presidente Jair Bolsonaro deve anunciar as trocas na manhã de hoje, em uma cerimônia no Palácio do Planalto.

Motivos da exoneração

Os ministros foram retirados dos seus cargos pois a legislação eleitoral brasileira exige que o candidato não ocupe cargos públicos de nomeação.

Lista dos ministros exonerados:

  1. Damares Alves, do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos;
  2. Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura;
  3. Onyx Lorenzoni, do Trabalho;
  4. Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia;
  5. Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional;
  6. Tereza Cristina, da Agricultura;
  7. Flávia Carolina Péres, da Secretaria de Governo;
  8. João Roma, da Cidadania;
  9. Gilson Machado, do Turismo.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOnda de frio atinge Cuiabá e temperatura pode chegar a 17º
Próximo artigoLuciano Hang anuncia que não será candidato nas eleições desse ano