Bolsonaro diz que vai conversar com parlamentares sobre Previdência

Contudo, preferiu não falar sobre a definição da sua base aliada para aprovação da pauta governista

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (28) que vai conversar com alguns parlamentares nesta tarde sobre as propostas enviadas pelo governo para o Congresso Nacional, entre eles a reforma da Previdência. “Gostaria de atender mais políticos no Planalto, mas o dia tem 24 horas, tenho que dormir 5 ou 6 horas, por isso não atendo mais gente. Hoje está previsto conversa com parlamentares”, disse.

Entretanto, Bolsonaro preferiu não falar sobre a definição da sua base aliada para aprovação da pauta governista. “Não existe base aliada garantida, os parlamentares são independentes e vão decidir de acordo com o entendimento de cada um. É isso que faz a democracia”, disse.

Bolsonaro falou com a imprensa após cerimônia no Clube do Exército, em Brasília, onde também esteve presente o presidente do Senado Federal, David Alcolumbre. “A reforma continua, conversei rapidamente com o Alcolumbre agora, é ideia nossa [dar continuidade], com certeza do [presidente da Câmara dos Deputados] Rodrigo Maia também. É importante não para mim, mas para o Brasil”, ressaltou.

Sobre as divergências com Rodrigo Maia, Bolsonaro disse que isso é “página virada” e que outros conflitos poderão acontecer durante o mandato. “Para mim isso foi uma chuva de verão e o Brasil está acima de nós. Tive um diálogo com Alcolumbre agora, estou à disposição do Rodrigo Maia”, disse.

Além da articulação com a Câmara, Bolsonaro também pretende uma aproximação com a população. De acordo com ele, estão previstas várias viagens pelo país nos próximos meses, como Pará, Amazonas e Paraíba.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAudiência que pode tirar mandato de Selma será na terça (02)
Próximo artigoINDEA – 40 ANOS DE HISTÓRIA

O LIVRE ADS