Bolsonaro critica prática de aborto na Colômbia

Em uma decisão polêmica, o aborto foi aprovado no país até 24ª semana de gravidez

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

O presidente Jair Bolsonaro usou o Twitter para criticar a realização de práticas abortivas na Colômbia. Em uma decisão polêmica, o país aprovou nesse domingo (21) o aborto até 24ª semana de gravidez.

Pelo Twitter, Bolsonaro condenou a prática do aborto e afirmou que lamenta o fato de que bebês serão mortos na Colômbia com anuência do Estado.

“Que Deus olhe pelas vidas inocentes das crianças colombianas, agora sujeitas a serem ceifadas com anuência do Estado no ventre de suas mães até o 6° mês de gestação, sem a menor chance de defesa”, escreveu o presidente.

Onde começa a vida?

Agora, o país permitirá que mulheres interrompam a gravidez até o sexto mês de gestação, o que levanta questões sobre em que momento começa a vida humana.

No sexto mês de gestação, a criança já está completamente formada e há relatos de crianças prematuras que nasceram com esse tempo de gravidez e, hoje, seguem uma vida normal.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMEC divulgou hoje resultado da primeira chamada do Sisu
Próximo artigoDeputado pede suspensão no concurso da segurança pública