Bolsonaro critica Kajuru por gravar e divulgar conversa entre os dois

O presidente reforçou que o senador não tinha autorização para isso e que a prática é ilegal e antiética

(Foto: Reprodução)

Na manhã desta segunda-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro comentou sobre a conversa que teve com o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) e que foi gravada e divulgada pelo parlamentar.

De acordo com o que foi dito pelo próprio presidente para um grupo de apoiadores que o esperavam na porta do Palácio da Alvorada, a atitude não foi combinada e nem bem vista pelo próprio Bolsonaro.

Bolsonaro questionou se a atitude de Kajuru havia sido certa e reclamou do fato de não ter sido avisado da gravação.

“Eu fui gravado em uma conversa telefônica, está certo? A que ponto chegamos no Brasil. Gravado!”, reclamou o presidente.

O presidente ainda reforçou que a atitude de Kajuru é grave por colocar a comunicação presidencial em risco. Ainda de acordo com Bolsonaro, Kajuru cortou partes da gravação.

“Não é vazar. É te gravar. Gravação, só com autorização judicial. Gravar o presidente e divulgar… E outra, só para controle: falei mais coisa naquela conversa. Pode divulgar tudo, da minha parte”, completou Bolsonaro.

Gravação de Kajuru 

Na tarde do último domingo (11), o senador Jorge Kajuru  (Cidadania) divulgou uma gravação onde aparece conversando com Bolsonaro. Na chamada, Bolsonaro fez críticas à CPI da Covid e às ações que governadores e prefeitos estariam tomando por todo o país.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVídeo | Passageiros de Cuiabá filmam ataque em aeroporto de São Paulo
Próximo artigoJustiça mantém prisão de suposto líder de quadrilha de roubo de gado