Bolsonaro cobra mudanças na OMS e no Conselho de Segurança da ONU

O presidente cobrou mudanças durante sua fala na cúpula dos Brics, que aconteceu nesta terça-feira (17)

O presidente Jair Bolsonaro cobrou mudanças em organismos internacionais para “democratizar a governança internacional”.

Durante sua fala na cúpula dos Brics, nesta terça-feira (17), Bolsonaro cobrou reformas na Organização Mundial da Saúde (OMS), Organização Mundial do Comércio (OMC) e no Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas).

“Desde o início também critiquei a politização do vírus [covid-19] e o pretenso monopólio do conhecimento por parte da OMS que necessita, urgentemente, sim, de reformas”, disse Bolsonaro.

Sobre a OMC, o presidente citou que a reforma “é fundamental para a retomada do crescimento econômico global”.

“É necessário prestigiar propostas de redução dos subsídios para bens agrícolas com a mesma ênfase que alguns países buscam promover o comércio de bens industriais”, ele defendeu.

No fim, Bolsonaro reforçou a necessidade de democratizar o Conselho de Segurança da ONU para que os países passem a ter mais voz.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEndividado? Cartórios de MT iniciam campanha para renegociação de dívidas
Próximo artigoVírus letal tramissível entre humanos é identificado na Bolívia