Bolsonaro: “Barroso está tendo um ativismo legislativo que não é concebível”

O presidente rebateu as declarações do ministro sobre o voto impresso e auditável

Maioria dos ministros do STF acompanhou o voto do ministro Luis Roberto Barroso (Arquivo/Agência Brasil)

Nessa segunda-feira (12), após encontro com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, o presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer criticas ao ministro Luis Roberto Barroso. De acordo com o presidente, a postura de Barroso não é aceitável.

Ainda segundo Bolsonaro, Barroso está agindo de forma política e usando de sua posição como ministro para fazer ativismo contra o voto auditável.

“Ele está tendo um ativismo legislativo que não é concebível, na questão do voto impresso. Nada mais além disso”, disse, em entrevista à imprensa.

Bolsonaro lembrou também que Barroso não é uma pessoa comum e pelo seu cargo não deve manifestar suas posições pessoais.

“Afinal de contas ele não é uma pessoa qualquer; além de ministro do Supremo, ele é presidente do TSE, e nós não conseguimos entender a posição dele, e não a dos ministros, no tocante a isso”, finalizou o presidente.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBolsonaro oficializa indicação de André Mendonça ao STF
Próximo artigoComo surgiu a cesta básica no Brasil e os valores atuais