Bolsonaro afirma que Enem não terá mais questões com base em ideologias

Falando a apoiadores na saída do Palácio da Alvora, o presidente afirmou que Enem terá menos questões ideológicas

(Foto: Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro comentou sobre o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aplicado nesse domingo (21). Em conversa com apoiadores, Bolsonaro afirmou que a maneira com que as provas são dirigidas está mudando.

De acordo com Bolsonaro, nesta edição já foi possível ver uma mudança brusca nas questões das provas. O presidente citou ainda a ausência da linguagem neutra e questões sobre sexualidade.

“Já está mudando. Vocês não viram mais a linguagem de tal tipo de gente, de tal perfil… Não existe isso aí. O que o cara faz dentro das quatro paredes é problema dele. Agora não tem mais aquilo, a linguagem neutra de não sei o que, não tem mais”, explicou Bolsonaro.

Nova política educacional

Desde o começo do governo Bolsonaro, as políticas de educação tentam se distanciar de pautas ideológicas ligadas à esquerda.

Nas edições anteriores do Enem era comum questões envolvendo pensadores e pautas ligadas ao socialismo.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Vocês não cansam de ser puxa saco deste púlia? Nossa, é cada reportagem que nem deveria levar esse título. A pessoa coloca que o Enem, que é uma política pública de Estado, ou seja, acima deste inepto que está lá, seguia ideologias de esquerda, cunho socialista. De onde a pessoa tira uma afirmação tão tosca dessas?! A fonte deve ser: vozes da minha cabeça. Parem de mentir.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEm um ano, planos de saúde ganham quase 38 mil clientes em MT
Próximo artigoSenado analisa recriação do Ministério do Trabalho e Previdência nesta terça