Boletim aponta que 15 cidades de MT deveriam decretar lockdown

Documento afirma que quase 80 cidades estão classificadas com risco alto ou muito alto de contágio pelo novo coronavírus

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Mais de 50% dos casos de covid-19 confirmados em Mato Grosso estão restritos a 15 municípios. Eles foram classificados como de “risco muito alto” – receberam alerta vermelho – e, de acordo com as orientações do governo do Estado, devem implantar o sistema de bloqueio total (lockdown) o mais rápido possível.

Os dados são do boletim informativo diário da Secretaria de Estado de Saúde (SES) que, nesta quarta-feira (24), registrou 554 novos infectados pelo coronavírus. No acumulado, desde o início da pandemia, Mato Grosso agora tem 11.571 casos.

O mesmo boletim aponta também que 22 pessoas morram nas últimas 24 horas. Com isso, o número de óbitos subiu para 445.

Alerta vermelho

Das 15 cidades que receberam o alerta vermelho, duas não estavam na lista da primeira classificação de risco divulgada pelo governo: Lucas do Rio Verde e Campo Verde.

Elas se juntaram a outros 13 municípios que receberam a recomendação ainda na semana passada: Alta Floresta, Cáceres, Cuiabá, Nossa Senhora do Livramento, Nova Mutum, Pontes e Lacerda, Porto Esperidião, Primavera do Leste, Rondonópolis, Sinop, Sorriso, Tangará da Serra e Várzea Grande.

LEIA TAMBÉM

Também nesta quarta-feira, o governo de Mato Grosso alterou as regras de classificação de risco, tornando-as ainda mais rígidas.

Ela passou a ser feita em três tabelas: a primeira classifica os municípios com menos de 50 casos ativos do coronavírus; a segunda, classifica e aponta as medidas a serem tomadas por municípios entre 51 a 150 casos ativos; e a terceira, para municípios com mais de 150 casos. 

Situação de risco

Conforme a SES, a maioria dos municípios em Mato Grosso já estão com classificação alta ou muito alta.

Além dos 15 em situação alarmante, outros 64 já são considerados com risco elevado de contágio.

O boletim informativo diário desta quarta-feira aponta que 85% dos leitos de UTI de Mato Grosso estão ocupados. No caso caso dos leitos de enfermaria, a taxa de ocupação se mantém na casa dos 25%.

Do total de pessoas que contraíram a covid-19, cerca de 6,4 mil fazem o tratamento em casa, o que significa que têm sintomas leves. Outras 4.160 já estão curadas. 

O número de pessoas que precisou de internação chegou a 480.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno altera decreto e recomenda medidas mais restritivas aos municípios
Próximo artigoEstudante é preso ao dizer que não poderia ser parado por policiais negros

O LIVRE ADS