Boa para envelhecer? Cuiabá é a 100ª em lista com as melhores cidades para idosos

Na região Centro-Oeste, a Capital só ganha de Brasília, que ficou na 164ª posição. Rondonópolis, Várzea Grande e Sinop também aparecem na lista

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Cuiabá (aparentemente) não é uma boa cidade para se envelhecer. A Capital de Mato Grosso ocupa a 100ª posição entre os 876 municípios mais populosos do país quando o assunto são as melhores condições de vida para os idosos.

O ranking foi desenvolvido pelo Instituto de Longevidade Mongeral Aegon. A instituição desenvolveu o Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade – IDL.

O indicador leva em consideração quesitos como cuidados de saúde, bem-estar, finanças, habitação, educação e cultura, além de indicadores gerais de desemprego, expectativa de vida e violência.

Para a lista, o desempenho nos quesitos é quantificado com notas que vão de 0 a 100. O pior desempenho de Cuiabá está na saúde (30,6). Por outro lado, educação e trabalho têm média de 74,4.

LEIA TAMBÉM

Entre as Capitais da região Centro Oeste, Cuiabá só ganha de Brasília, que ocupa a 164ª posição. Campo Grande e Goiás aparecem na 86ª e 94ª colocações, respectivamente.

Além de Cuiabá, as outras cidades de Mato Grosso que aparecem na lista são: Rondonópolis (189ª), Várzea Grande (209ª) e Sinop (230ª).

No Brasil, São Paulo é o Estado que concentra o maior número de cidades com as melhores condições de vida para os idosos. São Caetano do Sul e Santos lideram a lista.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça condena Aprosoja a pagar R$ 213 mil por plantio experimental de soja
Próximo artigoETA Tijucal opera com capacidade máxima em Cuiabá