Bloqueio de R$ 572 mil

Ex-secretário diz que sofreu "excesso" e pede liberação de patrimônio

Secretário de Estado de Infraestrutura na gestão do ex-governador Silval Barbosa, o servidor público federal Cinésio Nunes de Oliveira foi intimado a apresentar, no prazo de 15 dias, a última declaração de bens informada à Receita Federal.

A decisão da juíza da Vara Especializada em Ação Civil Pública e Popular, Célia Regina Vidotti, foi publicada nesta segunda-feira (24) no Diário da Justiça.

A defesa do ex-secretário alega que houve excesso em uma decisão judicial que determinou o bloqueio de patrimônio da ordem de R$ 572 mil.

O Ministério Público acusa Cinésio Nunes de improbidade administrativa em um contrato que previa a contratação de uma balsa para ser utilizada na travessia do rio Canamã, localizado na Rodovia MT-418.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Cada estatal vendida dá ganho de capital para o povo”, diz Guedes, sobre privatizações
Próximo artigoDia do calcário lembra importância do insumo para desenvolvimento da agropecuária brasileira