Bloco resistência democrática cresce na ALMT e se iguala à base do governo

Deputados pró-servidores públicos se aglutinaram para defender interesses da categoria, principalmente quanto à reforma da previdência

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O bloco Resistência Democrática, liderado pela deputada Janaina Riva (MDB), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), conquistou a marca de 10 membros esta semana. Novas adesões desbancaram o bloco Assembleia Forte, que era majoritário – tendo 14 dos 24 parlamentares – e, agora, passa a contar apenas com 10 deputados.

Considerado como o “bloco independente” – apesar de ser formado em sua maioria por parlamentares da oposição -, o grupo já contava com os deputados Lúdio Cabral (PT), Valdir Barranco (PT), Delegado Claudinei (PSL), João Batista (Pros) e Elizeu Nascimento (DC), além de Janaina Riva.

Uma composição que o tornava peculiar por um motivo: somava esforços de políticos da esquerda (Lúdio Cabral e Valdir Barranco) e da direita (Delegado Claudinei e Elizeu Nascimento). Uma situação pouco provável em outros cenários país a fora.

O que une o grupo, até onde se sabe, é a luta pelos interesses dos servidores públicos. E foi justamente isso que atraiu os novos integrantes.

Influenciados pela pressão exercida pelo Fórum Sindical – por conta da tramitação da  reforma da previdência – os deputados Paulo Araújo (PP), Dr. João José (MDB), Thiago Silva (MDB) e Allan Kardec (PDT) aderiram ao bloco.

Assembleia Forte

Os “neo-resistentes” antes estavam engajados no bloco Assembleia Forte, que é liderado pelo deputado Dilmar Dal Bosco (DEM) e formado pelos parlamentares da base do governo.

Agora, o Assembleia Forte mantém Carlos Avallone (PSDB), Xuxu Dal Molin (PSC), Eduardo Botelho (DEM), Dr. Gimenez (PV), Ondanir Bortolini – Nininho (PSD), Romoaldo Júnior (MDB), Sebastião Rezende (PSC), Sílvio Favero (PSL), Ulysses Moraes (DC) e Wilson Santos (PSDB).

O terceiro bloco composto na ALMT, é o Parlamentares Unidos, que conta com a liderança do Dr. Eugênio (PSB) e a participação dos deputados Faissal Calil (PV), Max Russi (PSB) e Valmir Moretto (Republicanos).

O grupo também compõe a base do governo, mas mantém uma postura mais discreta na discussão de pautas muito polêmicas.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQuarentena estendida em Cuiabá
Próximo artigoPJC cumpre mandados em condomínio onde adolescente morreu