Bezerra diz que juíza Selma mostra incompetência política ao vetar MDB

De acordo com ele, a juíza teria utilizado sua antiga posição para impulsionar a candidatura

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O presidente do MDB em Mato Grosso, o deputado federal Carlos Bezerra, criticou a atitude da juíza aposentada Selma Arruda (PSL) de vetar uma aliança entre os dois partidos. As duas siglas negociam participação na chapa que deve ter o senador Wellington Fagundes (PR) como candidato ao governo.

Interessada em disputar uma cadeira no Senado, Selma impôs diversas restrições ao PSL para formar a coligação. Além de partidos como MDB, PC do B, PT, PSD e PSDB, ela não quer dividir o palanque com envolvidos em casos de corrupção. Presidente do PSL, o deputado federal Victorio Galli, por sua vez, busca uma chapa proporcional que lhe dê mais chances de reeleição.

“Isso mostra o despreparo político dela. Está misturando alhos com bugalhos”, afirmou Bezerra. “O MDB é a maior instituição política nacional. Por conta de um ou outro mal elemento que tem no MDB e também nos outros partidos, ela está querendo condenar o MDB. Isso é prova da incompetência política. Uma pessoa que não enxerga a política como ela deve ser, não sabe fazer avaliação correta da política. É uma leitura oportunista”, declarou.

Victorio Galli quer aliança que facilite sua reeleição a deputado (Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Como juíza, Selma determinou a prisão do ex-governador Silval Barbosa (ex-MDB) e do ex-presidente da Assembleia Legislativa José Riva (pai da deputada estadual Janaina Riva, hoje no MDB), além de ex-secretários e integrantes da gestão do MDB no governo estadual. Na avaliação de Bezerra, porém, o trabalho de Selma em processos contra a corrupção foi usado por ela como um trampolim para a carreira política.

“Ela usou a magistratura para se promover e ser candidata. Isso para mim chama-se oportunismo”, disparou o parlamentar. “Não tenho nada contra a candidatura dela. Mas nunca tivemos nenhuma intenção de compor com ela. Espero que ela nos respeite, pelo menos, como a estamos respeitando até agora”, completou.

Avaliação semelhante foi feita pelo ex-governador Silval Barbosa. Na semana passada, ele acusou Selma de usar a imprensa para dar visibilidade ao seu trabalho como juíza pois já teria um projeto político.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSexta-feira 13 com rock: Festival na Orla do Porto terá três dias e 19 atrações
Próximo artigoDez dias após roubo, caso do BB ainda segue em investigação e sem culpados

O LIVRE ADS