Beleza, cor e energia: plantas conquistam mães e filhos em isolamento social

Sempre há uma espécie que se encaixa perfeitamente no seu espaço e rotina

(Foto Ednilson Aguiar/O Livre)

Este ano, o Dia das Mães trouxe uma movimentação além do esperado no viveiro Botanic Garden, localizado na avenida Miguel Sutil. O comportamento dos consumidores mudou. A data que antes merecia uma roupa, que muitas vezes se perdia no guarda-roupa, ou um cosmético, para enfeitar a penteadeira, passou a exigir mais representatividade e cuidado.

Além de entregar um presente, os filhos querem reavivar laços, presentear vida e trazer mais alegria para o momento atual, tomado pelo isolamento social e notícias alarmantes.

Conforme a empresária Irmgard Toillier, a mudança de comportamento começou desde que a população passou a adotar o home office e reduzir as atividades sociais. Com isso, algumas mães e pais ficaram distantes dos filhos e precisaram preencher o dia.

Flor do deserto tem milhares de tonalidades e floresce o ano inteiro (Foto Ednilson Aguiar/O Livre)

“Por estar mais em casa, observaram que faltava alguma coisa e que podiam ocupar o tempo com o cultivo de uma planta”, explica Irmgard.

E, aos poucos, uma postura que era apenas das pessoas mais velhas foi absorvida pelos jovens, que muitas vezes entendiam que ter uma planta representava um trabalho e alegavam falta de conhecimento para a atividade.

“Agora, eles aproveitam o tempo que estão em casa para se distrair com a muda, além de fazerem cursos e assistirem vídeos pela Internet para aprender como fazer os cuidados”, lembra a empresária.

A moda vegetal

Já houve a era das orquídeas e das rosas do deserto, porém, agora, o momento é das suculentas. Elas armazenam água nas folhas e raízes e por este motivo acabam se tornando mais resistente e exigindo menos cuidado.

Geralmente, para compor um cenário que ganha ares de exotismo, é comum associá-la no espaço com cactos, que possuem a mesma característica de trato.

Cactus e suculentas são as mais vendidas porque não precisam de muitos cuidados (Foto Ednilson Aguiar/O Livre)

Outra possibilidade é a construção de um minijardim, onde diversos tipos podem fazer uma reunião de beleza e encanto. E, para quem pensa que é muito verde junto, o engano é certo.

Elas possuem pelagens e flores de cores e formas diversificadas, que trazem alegria ao dono quando desabrocham e expectativa quando novos brotos saem.

Aos que querem deixar marcado o inusitado no jardim, existe ainda a possibilidade de se ter uma planta carnívora. A flor dela dura pouco mais de 24 horas, não tem um odor muito agradável e, segundo Irmgard, atrai pequenos animais com seu cheiro e eles ficam presos nas fibras dela.

Preços: uma muda pequena é R$ 10. Mas, caso a pessoa queira fazer uma composição em um minijardim, o valor varia de acordo com a quantidade de mudas e o vaso escolhido.

As flores nunca perdem a sua majestade

A orquídea era a vedete de toda amante de plantas e jardins há alguns anos atrás. Agora, elas perderam a predileção para as rosas do deserto.

Irmgard esclarece que ambas são belíssimas e possuem inúmeras colorações. Porém, a rosa do deserto floresce o ano todo, diferentemente da orquídea.

Apenas um dos fornecedores de rosas tem um catálogo com mais de 1,5 mil cores, entre lisas e matizadas. No ranking de mais procuradas estão as amarelas com preto e brancas.

Um dos charmes das peças é com certeza a batata da planta. As maiores deixam a árvore mais vistosa e podem ser conseguidas com técnicas de replantio.

Mudas médias de rosa do deserto florescendo e prontas para serem vendidas (Foto Ednilson Aguiar/O Livre)

Quando as raízes da planta ficam apertadas no vaso e o dono vai mudá-la de lugar. É preciso suspender um pouco a planta do substrato, deixando uma parte maior da raiz à vista.

Preços: a partir de R$ 40 (quando o vaso é pequeno) a R$ 500 (a maior do viveiro).

Sai de ré energia negativa

Ervas medicinais e plantas conhecidas pela habilidade de afastar energias negativas também são uma boa opção.

Imagina um vaso onde está concentrado todo o poder vegetal de proteção espiritual. Assim é o sete ervas.

Jurema, Espada de São Jorge, Lança de Ogum, Guiné, Quebra-demanda, Manjericão e Arruda são energeticamente potentes sozinhos, quanto mais reunidos.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Viveiro & Marcenaria (@botanicjardim) em

E, não podemos esquecer dos medicinais e com usos culinários, como hortelã, orégano, salsinha, cebolinha e as pimentas.

Quem sabe não é a hora de montar uma horta caseira e dar um toque especial nas refeições? Afinal de contas, para quem está trabalhando em casa, cozinhar passou a ser uma atividade mais presente na rotina.

Preço: as mudas são a partir de R$ 4, quando pequenas, e as composições dependem do tamanho da planta desejada e o vaso escolhido.

Aprendendo mais

Nos canais do Viveiro Botanic Garden (@botanicjardim) no Facebook e no Intagram, são publicadas muitas dicas de como cuidar da sua planta, bem como sugestões de espécies adequadas para cada ambiente.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior78% dos casos da covid-19 são de pessoas fora do grupo de risco
Próximo artigoHomem tenta sacar auxílio emergencial em Cuiabá com documento falso