Bebê indígena diagnosticado com covid aguarda vaga em UTI desde domingo

Paciente tem dois meses de vida e a Justiça Federal já determinou sua transferência, estabelecendo multa de R$ 5 mil por cada hora de atraso

Foto José Medeiros/GCOM MT

Um bebê indígena que testou positivo para a covid-19 aguarda, desde domingo (7), uma transferência para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Mato Grosso.

A Justiça Federal já intimou o governo do Estado e a União a garantirem o transporte em uma UTI aérea. A criança tem dois meses de vida e está internada em Água Boa, cidade distante 735 km de Cuiabá.

A decisão judicial foi assinada no domingo (7) pela juíza Camile Lima Santos. Nesta quarta-feira (10), a Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou ao LIVRE que foi notificada e que está tomando as providência necessárias.

“No momento, a equipe envida esforços para viabilizar a remoção de forma segura”, diz trecho da nota.

LEIA TAMBÉM

Além da transferência, a magistrada determina que a criança seja internada em uma UTI neonatal. Caso não haja vagas em unidades públicas, a decisão ordena que o governo banque os custos em um hospital particular.

Na mesma decisão, a juíza ainda estabeleceu um prazo de máximo de 6 horas para o cumprimento da medida, sob pena de multa de R$ 5 mil por hora de atraso.

Desde então, já se passaram, pelo menos, 48 horas, o que resulta em um valor acumulado de R$ 240 mil.

Segundo o Distrito Sanitário Especial Indígena Xavante, o quadro da criança é estável e há dificuldade na regulação pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para realizar a transferência.

Apenas outros dois casos de covid-19 foram registrado entre o Povo Kalapalo, segundo o órgão. Os dois indígenas já foram curados e tiveram alta.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior7 dicas para ficar craque no poker online, modalidade que cresce cada vez mais no país
Próximo artigoPico em 30 de julho