Bebê indígena continua em estado grave, mas reage bem a tratamento

Conforme o boletim médico atualizado, foi iniciada a retirada da sedação e do respirador.

Foto: Divulgação/MPE

A recém-nascida indígena enterrada viva pelos familiares continua em estado grave, mas está reagindo bem ao tratamento, informou a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá nesta terça-feira (19).

Conforme o boletim médico atualizado, foi iniciada a retirada da sedação e do respirador. A intenção dos médicos é tentar “extubar” para que a criança volte a respirar sem ajuda dos aparelhos.

No entanto, ela segue internada na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal da unidade de saúde, com insuficiência renal aguda e fazendo diálise.

O caso

Policiais civis e militares, depois de receberem uma denúncia de que uma bebê indígena havia sido enterrada pelos familiares, foram até o local e conseguiram salvar a criança com vida após passar 7 horas enterrada.

Os policiais gravaram um vídeo emocionante que mostra o momento em que a recém-nascida foi desenterrada. O caso aconteceu na última terça-feira (05).

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns aos nossos policias por ter resgatada a pequenina indinha, pois e simplesmente um anjinho q Deus deu a essa mãe desnaturada .Eu queria tanto conhecer essa bebêzinha mais sei q e difícil mais queria tanto vê-la .

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAudiência pública para discutir concessão de cinco aeroportos de MT ocorre nesta terça (19)
Próximo artigoJovem cobra pensão e ex-companheiro tenta agredi-la com um pedaço de pau