Bate-boca na sessão: todos contra Dilemário

Entre fala e réplica, foram mais de 15 minutos de tumulto

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

A confusão começou entre os vereadores Michelly Alencar (DEM) e Kássio Coelho (Patriota), mas logo se transformou em um bate-boca generalizado que envolveu pelo menos sete dos vereadores presentes na sessão da Câmara Municipal de Cuiabá desta quinta-feira (13), que agora acontece em ambiente on line.

Michelly Alencar usou a palavra para denunciar a falta de servidores em um posto de saúde no bairro Novo Colorado. Na ocasião, ela disse que documentos da prefeitura mostravam que haviam mais enfermeiros e médicos no local, porém poucos atuariam efetivamente. A vereadora chegou a levantar a suspeita de “trabalho fantasma”.

A fala dela foi seguida de Kássio Coelho, que rebateu as acusações e ainda falou que a vereadora tinha intimidado a funcionária da unidade de saúde.

Na tentativa de conseguir um tempo para se defender, ela começou a pedir a palavra e a situação virou o primeiro bate-boca, já que os demais colegas foram favoráveis a ela.

Em seguida, o vereador Dilemário Alencar começou a contestar o tempo dado a Michelly e a discussão virou um novo bate-boca.  Os vereadores gritavam ao mesmo tempo e acusavam Dilemário de sempre tumultuar.

Ele tentou se defender e até mesmo Kássio Coelho teve que, aos berros, dizer que a vereadora podia falar mais um minuto. “O senhor não respeita dos vereadores, vereador Dilemário”.

“Mas, eu sou o quê? Também sou vereador e quero respeito”.

E assim a confusão se estendeu por mais de 15 minutos, até que Michelly Alencar tivesse o um minuto mais suado da sessão de hoje.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça federal manda Funai proteger área onde vivem índios isolados em MT
Próximo artigoPM libera funcionários feitos reféns por 11 horas durante sequestro em fazenda