Base fragmentada

Associação de vereadores com o prefeito Emanuel Pinheiro não rendeu votos para novos mandatos em Cuiabá

Dez dos 15 vereadores que votaram pelo arquivamento da ação contra o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) na Câmara de Cuiabá não conseguiram se eleger para novo mandato. 

A lista inclui tanto figurões quanto novatos que tiveram uma posição ferrenha na base de gestão de Pinheiro. Toninho de Souza (PSDB) e Ricardo Saad (PSDB) representam a primeira fila. Dela foram salvos Juca do Guaraná Filho (MDB) e Adevair Cabral (PTB). 

Já dentre os vereadores novatos que tiveram a imagem prejudicada pela associação estão Misael Galvão (PTB), Justino Malheiros (PV), ambos passaram pela presidência da Câmara, e Luís Cláudio (Progressistas), que foi líder do governo. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGuarda municipal denuncia colega que se recusou ser comandado por uma mulher
Próximo artigoLadrões mantêm família de gerente de loja refém e roubam dezenas de celulares