Bairros de Cuiabá registram apagões e quedas constantes de energia

Episódios estariam ocorrendo há pelo menos 30 dias e já geraram prejuízos como a queima de eletrodomésticos e perda de comida

(Foto: Arquivo)

Moradores de vários bairros de Cuiabá têm enfrentado quedas constantes de energia elétrica nos últimos três meses. Os episódios se alternam entre queda de fase e total na distribuição no Coophema, Chácara dos Pinheiros e Parque Cuiabá, todos na região do Coxipó. 

Nos últimos dois dias são os moradores do bairro Bosque da Saúde que têm registrado inúmeras quedas de energia. A primeira na noite de sexta-feira (06), que durou mais de uma hora; já no sábado (07) foram várias pequenas interrupções durante a manhã e a tarde.

Os episódios foram relatados ao LIVRE por moradores. No Coxipó eles já contam sete quedas em apenas um mês. A última teria ocorrido na última sexta-feira (6). A energia acabou por volta das 3h e retornou apenas 10h. 

“Essas quedas estão ocorrendo ou totalmente, ou primeiro cai para meia fase e logo depois toda a rede. Mas, nas duas situações, a luz demora, duas, três e até seis horas para retornar, e não sabemos o que está acontecendo”, disse Max Leander Martins Correa. 

Ele é síndico de um residencial no Coophema. No grupo de WhatsApp dos moradores as reclamações têm sido frequentes nos últimos dias, com relatos de queima de eletrodomésticos, como ar-condicionado e ventilador, máquinas de lavar, e também perda de alimentos. 

Segundo ele, dos sete apagões percebidos pelos moradores, três duraram em torno de 30 minutos, mas quatro duraram de três a cinco horas até o restabelecimento da energia. O problema se agrava se consideradas as vezes que os moradores saíram de casa sem retorno da luz e gerador precisa ser reativado manualmente. 

“Aí, o gerador é rearmado somente quando os moradores retornam para casa. Por mais que no registro da Energisa apareça cinco horas de queda, para esses moradores o tempo pode chegar até 10 horas”, conta. 

O LIVRE procurou a concessionária Energisa com pedido de informação de manutenção da rede na região do Coxipó.

Conforme Max Correa, entre 7 e 23 de outubro ele registrou cinco reclamações no serviço de atendimento da Energisa. Disse ainda que a concessionária não informou sobre interrupção de energia.

O que diz a concessionária?

Em nota, a concessionária Energisa disse que as quedas de energia na região do Coxipó “ocorreram por motivos diferentes” e os problemas teriam sido resolvidos. 

“No fim de outubro as interrupções foram causadas pelas chuvas que atingiram a Capital. Os ventos fortes que chegaram juntos com os temporais causaram queda de árvores na rede em área de Preservação Ambiental. Na sexta-feira (6), um caminhão bateu em um poste, danificando parte da rede que precisou ser reconstruída”, diz trecho da nota. 

Leia na íntegra a nota da Energisa:

“A Energisa explica que as interrupções no fornecimento de energia ocorridas no Coophema, Chácara dos Pinheiros e região, tiveram causas pontuais por motivos diferentes e já foram solucionadas. No fim de outubro as interrupções foram causadas pelas chuvas que atingiram a Capital. Os ventos fortes que chegaram juntos com os temporais causaram queda de árvores na rede em área de Preservação Ambiental. Ontem (06), um caminhão bateu em um poste, danificando parte da rede que precisou ser reconstruída.

A empresa ainda informa que vem realizando inspeções na rede que atende os bairros da região. O objetivo é observar ações que podem ser feitas para melhorar a qualidade da energia fornecida na região. A Energisa está comprometida com o desenvolvimento social e econômico do Estado e reforça a importância do trabalho planejado pela melhoria contínua da qualidade dos serviços prestados, no entanto, lembra que como a rede é externa, problemas emergenciais, como batidas e danos por chuvas,  estão sujeitos a acontecer”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorLeitão: “Fávaro esconde aliança com PT”
Próximo artigoRapaz empresta conta para depósito, some com o dinheiro e acaba preso