Baiano Filho não é encontrado pelo Gaeco e depoimento é adiado

Deputado é investigado por desvios no Detran-MT e foi procurado em quatro oportunidades para ser notificado a prestar esclarecimentos

(Foto: Divulgação)

O deputado estadual José Joaquim de Souza Filho, o Baiano Filho (PSDB), foi procurado por, pelo menos, quatro vezes, mas não foi encontrado pelos membros do Gaeco (Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado). O parlamentar seria ouvido nesta terça-feira (03) na sede do órgão, ligado ao Ministério Público Estadual (MPE).

Baiano Filho é investigado na Operação Bereré, que apura desvios de recursos públicos e lavagem de dinheiro no âmbito do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT). Além dele, outros seis deputados também são alvo das investigações. Na segunda-feira, o deputado Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD), prestou depoimento e se disse vítima do esquema.

O Gaeco não considera a possibilidade de conduzir coercitivamente o deputado. De acordo com a assessoria do órgão, nesta fase inicial da investigação é dada a possibilidade para que os investigados se expliquem sobre os fatos apurados. Contudo, não há obrigação de comparecimento.

Ao todo, R$ 27,7 milhões teriam sido desviados em contratos do órgão. O empresário Antônio Eduardo da Costa e Silva, sócio da Santos Treinamentos, uma das empresas supostamente responsáveis por ocultar a origem ilícita do dinheiro, também seria ouvido na manhã de hoje. O depoimento do empresário foi remarcado a pedido dele, ainda sem data divulgada.

No período da tarde, deverão ser ouvidos o chefe de gabinete do ex-governador Silval Barbosa, Silvio Cesar Corrêia Araújo, e o deputado estadual Ronaldo Júnior (MDB). Os dois depoimentos foram confirmados pelos promotores Carlos Zarur e Samuel Frungillo, que coordenam as oitivas no Gaeco.

A operação se baseia na delação premiada do ex-presidente do Detran-MT Teodoro Lopes, conhecido como Dóia. Os valores teriam sido desviados de um contrato para o registro de contratos de financiamento de veículos (gravame) com a EIG Mercados Ltda, atualmente registrada como FDL Serviços de Registro, Cadastro, Informatização e Certificação Ltda.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSuposta ameaça do ex-secretário Rogers Jarbas é encaminhada ao STJ
Próximo artigoSES anuncia obra de R$ 3,5 milhões em Hospital Regional de Sinop

O LIVRE ADS