Babu ensina estampa de ladrilhos com técnica de ‘stencil’ na Casa do Artesão

Serão duas oficinas pocket nesta sexta e sábado, onde o artista ensina as possibilidades do molde vazado e bate um papo sobre a utilização de ladrilhos hidráulicos, típicos dos casarios cuiabanos

Como parte das comemorações do aniversário de Cuiabá, o Sesc Casa do Artesão oferece uma atividade que mescla arte de rua e arquitetura colonial. A atividade “Casa Criativa: Oficina de Stencil” oferece a oportunidade de aprender imagens de ladrilhos hidráulicos, a partir da técnica de stencil, ensinada pelo artista plástico e grafiteiro Babu Seteoito.

Serão duas oficinas gratuitas, com duração de cinco horas cada; das 13h30 às 17h30 na sexta-feira (06) e das 8h30 às 12h30 no sábado (07). “Será bem prática, rápida, dinâmica inspirada por coisas cotidianas. É um workshop pocket, bem descontraído, nada muito formal como geralmente se espera de uma oficina”, explica Babu.

Na ocasião, os participantes poderão aprender com a artista todas as etapas da confecção de um stencil, que passa pelo corte, transferência e impressão. Esta última, apresenta possibilidades inúmeras de criação, como ressalta Babu. “O legal disso tudo será a impressão. Vamos imprimir em camisetas, ecobags e vou estampar a parede de um jardim”.

Foto: Diego Almeida

O stencil consiste na utilização de moldes vazados e tinta para criação de imagens. A técnica é muito utilizada por artistas que utilizam o espaço urbano como tela para sua arte e para expressar mensagens rápidas e propagar símbolos.

“Na atividade as pessoas poderão ver a utilização disso no cotidiano, a praticidade de você recortar um papel e com a tinta poder decorar coisas, paredes, camisetas, peças de vestuário”, que está há pelo menos 17 anos espalhando cor pelas ruas. Nesta trajetória, o artista já variou nas técnicas das artes plásticas, construindo diferentes narrativas.

Durante um bate-papo, o artista também conta que irá levar para atividade o histórico e a utilização dos ladrilhos hidráulicos, muito presentes na arquitetura colonial e ainda hoje decoram casarios cuiabanos, como uma homenagem a Cuiabá que completa seus 299 anos neste domingo (08).

“Vamos trabalhar com quatro ou cinco estamparias naquele modelo e vou falar um pouco sobre esse tipo piso, como ele chegou aqui em Cuiabá, como eram feitos e porque as pessoas gostavam tanto de ter esse artefato em casa”, releva Babu.

As inscrições são gratuitas pelo (65) 3611-0507 e a faixa etária da atividade é 12 anos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNúcleo de pesquisa da UFMT oferece capacitação em Política de Igualdade Racial
Próximo artigoValques Pimenta exibe obra no Louvre e planeja 25 dias de exposição em Paris