Avô com Alzheimer decora música que neto fez em sua homenagem e emociona internet

Neto mal esperava que o avô fosse decorá-la quando o surpreendeu cantarolando a letra

O vovô com Alzheimer, Daniel Casagrande, enfrentou diversos desafios após o diagnóstico. Seu neto, Lucas Laypold, na época com 20, resolveu lidar com a ideia do luto através da música:para se fortalecer e ser o esteio que a família precisava à época.

Pensando nisso, Lucas compôs uma música para o avô não esquecer da relação bonita que eles têm. Na última semana, ele cantou o refrão repetidamente para ‘vô cabelo’, como é carinhosamente conhecido, até que foi surpreendido quando o encontrou cantarolando a canção e percebeu que ele havia conseguido decorar a letra.

Quando questionado, ele respondeu “É aquela que tu canta para mim”. Foi então que Lucas decidiu filmar o avô cantando, enquanto ele o acompanhava com o violão.

Confira:

O sucesso foi imediato. Até o momento, o post já acumula quase 500 mil curtidas e pouco mais de 150 mil comentários. Além disso, os dois foram convidados para gravar a canção em estúdio.

“É genial ele ter decorado a música, ele não lembra de muita coisa. Decorar a música foi um choque. Eu fiz a letra de coração, fiz porque precisava prestar essa homenagem. Postar na internet foi muito improviso. Não imaginava mesmo que chegaria a tantas pessoas. Não estou sabendo meio que lidar”, diz Lucas.

O rapaz ainda deixa um recado de ajuda para quem convive com a doença: “O que eu quero mesmo falar para quem tem que lidar com a doença é: sejam felizes com as pessoas que vocês amam. A pessoa está com a doença? Então vou curtir até ela não se lembrar mais de mim. É fazer palhaçada, brincar. No fim, é dar muito amor”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAce Ventura pode ganhar nova sequência e produtor quer Jim Carrey de volta
Próximo artigoNão fez mais que a obrigação

O LIVRE ADS