“Auxílio emergencial não é para sempre”, afirma Bolsonaro

O fim do programa vem sendo adiado, mas deve acontecer no dia 31 de dezembro de 2020

Pelo Twitter, o presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer que o auxílio emergencial não é uma medida definitiva do governo. Na publicação feita na manhã desta terça-feira (29), o presidente também citou o novo programa social do Governo Federal.

O presidente falou que essa tipo de programa não é para sempre e também disse “estar aberto a sugestões”.

“O Auxílio Emergencial, infelizmente para os demagogos e comunistas, não pode ser para sempre”, disse o presidente pelo Twitter
Bolsonaro também criticou a política do “fique em casa, que a economia a gente vê depois”, que segundo o presidente foi uma das responsáveis pela crise econômica.
O auxílio emergencial foi aprovado em abril deste ano, com validade de três meses, mas acabou sendo estendido até dezembro de 2020.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVereadores arquivam CPI e livram Emanuel Pinheiro de cassação
Próximo artigoCandidato mais rico de MT declara R$ 131 milhões em patrimônio