Auxílio emergencial é a única renda de 36% da população que recebe o benefício

A pesquisa do Datafolha também mostrou que a renda familiar de 60% das famílias recebiam o benefício diminuiu

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Uma pesquisa realizada pelo Datafolha entre os dias 8 e 10 de dezembro mostrou que o auxílio emergencial é a única renda dos brasileiros que estão recebendo o benefício durante a pandemia. A pesquisa ainda constatou que em fevereiro o número de pessoas que dependiam unicamente do benefício era de 44% de quem vinha recebendo o auxílio.

Desde o início da pandemia e das políticas de isolamento social, o país vem passando por uma recessão na economia. Em setembro deste ano, o país registrou um total de 13,1 milhões de pessoas desempregadas, o que pode ter contribuído para que o auxílio tenha se tornado a única renda de uma parcela expressiva da populaça.

A pesquisa do Datafolha ainda mostrou que, com a redução do benefício, cujo valor deixou de ser R$ 600 e passou para R$ 300 por mês, vem fazendo que mais pessoas busquem outras fontes de renda.

O estudo também destacou que durante o isolamento social, a renda familiar de 60% das famílias recebiam o benefício diminuiu drasticamente. Dessa forma, esse grupo de pessoais ainda estariam tentando se recuperar dos impactos da crise.

Em novembro, o ministro Paulo Guedes garantiu que o auxílio emergencial vai continuar se Brasil tiver segunda onda de covid. Entretanto, o ministro afirmou que isso ainda não está nos planos do governo.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEx-secretário pede pela 2ª vez ao STJ fim das investigações dos grampos ilegais em MT
Próximo artigoVítima de assédio diz que pediu ajuda a PMs e ouviu que “não tinham nada a ver com isso”