Autor de violência doméstica pode ter que usar tornozeleira e pagar por ela

O projeto está em tramitação na Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher

Com a ideia de aumentar a proteção à mulher vítima de violência doméstica, o deputado federal Gustinho Ribeiro (Solidariedade-SE) propôs que o homem que cumpre medida protetiva tenha que usar tornozeleira eletrônica e que pague por ela.

A proposição tramita com prioridade na Câmara dos Deputados e nem precisa da análise do plenário, as comissões terão apreciação conclusiva.

O projeto está em tramitação na Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher.

Leia também

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorChristian Bale comenta escalação de Robert Pattinson como Batman
Próximo artigoMapa realiza audiência pública sobre questões fundiárias em Cuiabá