Aulas em Cuiabá serão retomadas de forma gradativa a partir do dia 18

Calendário para o reinício das aulas presenciais foi dividido de acordo com a idade dos estudantes e se estende até o dia 6 de junho

As aulas das redes pública e privada de ensino em Cuiabá começam a ser retomadas, presencialmente, a partir do dia 18 de maio. Os alunos voltarão para as escolas de maneira gradativa, considerando as suas idades. 

O calendário foi divulgado nesta segunda-feira (27) pela prefeitura, após acordo com o Ministério Público do Estado (MPE). Haverá prazo de uma semana entre as datas. 

Rede pública

Os alunos do ensino infantil da rede pública serão os primeiros a retomar o cotidiano de sala de aula.  

No dia 18 de maio, apenas aqueles com idade entre 0 e 3 anos estão autorizados a ir para creches e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs). 

No dia 25, juntam-se a eles os alunos, também de ensino infantil, com idade entre 4 e 5 anos.  

As aulas para o ensino fundamental retornam apenas em junho.  

No dia 1º, poderão ir para escolas os estudantes do sexto ao nono ano e os matriculados na modalidade de educação para jovens e adultos (EJA). 

No dia 6, os alunos do primeiro ao quinto ano encerram o retorno gradual para sala de aula na rede pública. 

Rede privada 

O retorno para alunos da rede privada foi dividido em duas datas, todas em maio. No dia 18, é a vez dos alunos de 0 a 3, matriculados na modalidade de berçário e outras séries da educação infantil. 

No dia 25, tanto o ensino fundamental quanto o ensino médio ficam autorizados a retomar a rotina nas escolas. 

As faculdades e universidades privadas devem voltar às aulas presenciais também no dia 18.  

Controle de prevenção 

O prefeito Emanuel Pinheiro disse que a divisão de calendário foi programada para observação a evolução do contágio da covid-19, em Cuiabá. 

“Dessa forma, fica estabelecido com muita responsabilidade, se não houver nenhum descontrole da covid-19, se for mantido, nós estaremos implementando esse calendário de retomada gradativa das atividades escolares no ensino público e privado. Todos devem seguir medidas rigorosas de biossegurança. Teremos reunião com o MPE (Ministério Público do Estado) e com o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino, para avaliar a ações”, disse. 

O prefeito anunciou na semana passada, durante transmissão ao vivo nas redes sociais, que o dia 10 de maio está estabelecido como data que poderá marcar o platô de novos casos da covid-19. 

Nessa fase, segundo ele, continuam a ser registrados novos casos da doença, mas já com a tendência de retração dos números. 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.