Augusto Nunes: “Rodrigo Maia ficou bravinho, mas o Brasil tem pressa”

Augusto Nunes acusa Rodrigo Maia, de travar, por interesses pessoais, o andamento do pacote anticrime proposto por Sérgio Moro

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Da Redação

Em nova edição da coluna que mantém no LIVRE, o jornalista Augusto Nunes acusa o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM), de travar, por interesses pessoais, o andamento do pacote anticrime proposto pelo ministro da Justiça Sérgio Moro.

“O ministro da Justiça, Sérgio Moro, pediu educadamente ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que apressasse o andamento da Lei Anticrime. O Brasil não pode esperar mais pelo combate, não só da corrupção, mas das organizações criminosas que levaram ao extremo o perigo representado pelo tráfico de drogas no Brasil e o Rodrigo Maia ficou bravinho”, dispara ele.

Na análise de Augusto Nunes, os argumentos apresentados por Maia para não dar celeridade ao andamento das propostas são meras desculpas.

“O que há é um confronto que o Sérgio Moro não propôs, que é entre o juiz da Lava Jato e o homem que é conhecido no departamento de propinas da Odebrecht pelo codinome Botafogo; é este o codinome de Rodrigo Maia”.

Confira o vídeo:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

5 COMENTÁRIOS

  1. Fica claro que a boa intenção de coibir tais práticas no país não existem. Cada vez mais fica notório que se o cara não tem rabo preso, então por que tanto medo desse projeto? Posso não saber de política quanto eles, mas conheço bastante a alma humana.

  2. Rodrigo Maia, vulgo Botafogo, demonstra não ser um bom exemplo de homem público, é só analisar seu comportamento à frente da instituição Câmara Federal tanto no governo Temer, como agora no governo Bolsonaro. Botafogo não possui equilibrio emocional para comandar o processo de tramitação, negociação e votação da PEC da Previdência e coloca suas vontades, seus caprichos e interesses próprios acima dos interesses do país.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAgricultura de precisão é mais rentável e diminui necessidade do uso insumos
Próximo artigoEncontro vai discutir propostas para setor sucroenergético de MT

O LIVRE ADS