Augusto Nunes: o que levou os assassinos ao massacre em Suzano? só os jornalistas sabem

Em nova edição da coluna que mantém no LIVRE, o jornalista Augusto Nunes critica profissionais da imprensa que têm apontado os motivos que teriam levado os assassinos a cometerem o massacre

(Foto: Divulgação/Reprodução)

Em nova edição da coluna que mantém no LIVRE, o jornalista Augusto Nunes critica profissionais da imprensa que, como únicos sabedores da verdade, têm apontado os motivos que teriam levado os dois assassinos a cometerem o massacre na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, no interior paulista na quarta-feira (13).

“Uns atribuem ao clima de violência do Brasil. Nesse caso, haveria um massacre por dia na Venezuela hoje. Outros atribuem as mudanças propostas nas leis que regulam o porte de armas no governo Bolsonaro. As mudanças ainda não aconteceram (…) E há também os que começam a culpar a internet por tudo (…)”, diz ele.

Na análise de Augusto Nunes, da mesma forma que o ser humano desconhece boa parte do próprio cérebro, ninguém sabe explicar esse tipo de mente homicida, apenas os jornalistas. “Como os explicadores de tudo não se conformam com perguntas sem respostas, eles logo estarão explicando quem somos, de onde viemos e para onde vamos”.

Confira o vídeo:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

4 COMENTÁRIOS

  1. Caro Augusto Nunes.
    Há um livro intitulado “INCÓGNITO”, de David Eagleman, neurocientista americano, que enfoca, na segunda metade, justamente as possíveis razões pelas quais alguém comete esse tipo de atrocidade. E põe em discussão como tratar (ou punir, até com pena de morte) esse tipo de pessoas.
    Li e adorei saber como desconhecemos essa “coisa” chamada cérebro (o incógnito do título). Sugiro que o leia também.
    Abraço.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNova sede do Procon-MT garante fácil acesso aos cidadãos
Próximo artigoOuvidoria passa a atender também pelo WhatsApp

O LIVRE ADS