Augusto Nunes: a ditadura bolivariana de Maduro está agonizante

No vídeo desta quinta-feira, o jornalista destaca os sinais o regime está chegando ao fim

(Foto: Matias Delacroix / AFP)

Em nova edição da coluna que mantém no LIVRE, o jornalista Augusto Nunes afirma: a ditadura bolivariana de Nicolas Maduro, na Venezuela, está agonizante. No vídeo desta quinta-feira (7), ele destaca não apenas os sinais visíveis, mas principalmente os sinais não tangíveis, de que o regime está chegando ao fim.

“O êxodo dos venezuelanos, gente procurando comida no lixo, supermercados fechados, manifestações oposicionistas, tudo isso é palpável, mas é preciso levar em conta também os sinais simbólicos: por exemplo, a viagem feita para fora da Venezuela e a volta recente ao país do líder da oposição, o presidente autoproclamado Juan Guaidó”, aponta.

Em sua análise, o fato de Guaidó sair legalmente do pais e, no retorno, desembarcar no aeroporto e não ser preso, como vinha ocorrendo com outros líderes oposicionistas, demostra um recuo que ditaduras só fazem quando estão agonizando.

Confira o vídeo:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNúmero de acidentes em rodovias federais diminui 56% em MT
Próximo artigoForça Nacional apoiará implantação de territórios de pacificação no PA

O LIVRE ADS