A desfaçatez por trás do aumento dos salários no STF

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) concederam para si próprios um aumento salarial desnecessário e na contramão da realidade vivida pela imensa maioria das empresas e trabalhadores brasileiros, afetados sobremaneira pela crise econômica provocada pelos governos do PT e agravada nos últimos três anos.

Como se isso, por si só, já não fosse uma demonstração de insensibilidade, para dizer o mínimo, com os reais problemas vividos pelo povo brasileiro, o ministro Gilmar Mendes ainda teve a coragem de confessar, com a maior tranquilidade, as ilegalidades que vêm sendo cometidas nos tribunais Brasil agora, com os chamados “penduricalhos” e benefícios indevidos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.