Audiência pública discute cobrança ‘exorbitante’ de coparticipações

Clientes de planos de saúde reclamam que foram surpreendidos com valores acima da média para os serviços de UTI e home care

Novas vagas se somam aos 535 leitos de Terapia Intensiva do Sistema Único de Saúde (SUS) que já estavam em funcionamento - Foto por: Tchélo Figueiredo | SECOM

A Câmara Municipal realiza nesta sexta-feira (24) uma audiência pública, requerida pelo vereador Diego Guimarães, para discutir a cobrança de coparticipação aos clientes usuários de terapias intensivas e home care no município de Cuiabá.

Nas últimas semanas os planos de saúde têm enviado boletos de cobrança com valores “exorbitantes” a título de coparticipação aos clientes usuários e muitos deles possuem liminar judicial que impede tal cobrança.

O vereador Diego explica que em fevereiro de 2021 a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) ampliou o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde . Com isso, estão definidos os novos exames e tratamentos que passam a fazer parte da lista obrigatória dos planos de saúde.

“Os beneficiários de planos de saúde portadores do Transtorno do Espectro Autista (TEA), por exemplo, passam a ter direito a número ilimitado de sessões com psicólogos, terapeutas ocupacionais e fonoaudiólogos para o tratamento de autismo, o que se soma à cobertura ilimitada que já era assegurada para as sessões com fisioterapeutas”, ressalta.

O parlamentar ainda afirma que pacientes portadores TEA ou doenças raras dependem de terapias para garantir o mínimo de qualidade de vida. Tais indivíduos, pelas peculiaridades que envolvem sua condição especial, já despendem muito dinheiro para a estabilização e evolução de seu tratamento, independente daqueles cobertos pelos planos de saúde.

A audiência será transmitida ao vivo a partir das 9h, no Facebook, YouTube e no site da Câmara Municipal.

Leia também:

O que a Unimed tem a dizer

A equipe de O Livre entrou em contato com a Unimed Cuiabá, por meio da Assessoria de Imprensa, porém até o fechamento deste material, não obteve retorno. O espaço continua aberto para manifestações.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCaso Rodrigo Claro: Defesa rebate acusação e nega perseguição a aluno
Próximo artigoIncêndio florestal em Nobres já consumiu 6 mil hectares e avança